Banner Municipio ijui
logomenu
Entrevista
Publicada em 15/05/2013.

Time de Passo Fundo contrata jogadora do Ijuí Pró-Vôlei

Rafaela Hahn Schneider foi contratada pela equipe do Notre Dame de Passo fundo - RS

   Na foto: Rafaela nº: 09 juntamente com toda equipe feminina do ijuí Pró-Vôlei

    Nome Completo:  Rafaela Hahn Schneider 

·         Data de Nascimento: 19/03/1997

·         Cidade onde nasceu:  São Mateus do Sul - PR

·         Equipe que atualmente você joga: Notre Dame Passo Fundo-RS

·         Posição: Ponteira passadora

·         Altura: 1,78 m

·         Peso: 61 Kg 

·         Time que torce: Internacional

·         Livro: Descanse em paz meu amor

·         Filme:  Um homem de sorte

·         Prato preferido: Strogonoff

·         Música: Não tenho uma preferida

·         Lazer: Sair com os amigos e jogar vôlei

·         Jogo inesquecível: Erechim em 2011, semifinal da competição, jogo de virada, vitória no tie-break.

·         Técnico: Bernardinho.

 

Quando e como, você começou a jogar Vôlei ? 

Comecei quando pequena a ir em alguns jogos com a minha mãe e com o meu pai, quando eles jogavam por diversão, mas nunca cheguei a jogar. Comecei a jogar mesmo, apenas quando vim pra Íjui, no Pró-Vôlei.

Quem te incentivou? 

Minha família principalmente.

Quem são seus ídolos no vôlei? 

Tenho muitos, Giba, Jaqueline, Lucão, ...

Qual é o seu maior sonho? 

Gostaria de seguir uma carreira profissional no ramo do vôlei, mas nao largo mão dos estudos pelo fato desse futuro esportivo ser muito incerto. 

Em qual posição você se sente mais à vontade? 
Ponteira Passadora
.

Você que iniciou suas atividades no Ijuí Pró-Vôlei, qual o recado que você deixa para quem participa ou esta pensando em iniciar no projeto? 

O projeto é extremamente importante pra Ijui, pois além de formar atletas nas categorias de base, tem projetos nos núcleos para fazer com que crianças pratiquem esporte, ao invés de se envolver com outra atividade que poderia não ser a correta. O projeto é gratuito, então quem puder participar, participe, pois é muito legal e só nos traz experiências positivas.

Qual a importância que o projeto Ijuí Pró-Vôlei tem pra você?

Foi nele que tudo começou e agradeço muito por tudo que o projeto me proporcionou, meus treinadores, coordenadores do projeto, colegas de time e a todos que me ajudaram a evoluir e prosseguir. Em Ijuí, tive meusprimeiros treinos, os primeiros torneios, as primeiras responsabilidades como atleta, tudo foi único e especial. Me marcou pra sempre. 

O que o voleibol significa pra você? 
Eu sempre gostei de praticar esportes, mas depois que começei a jogar vôlei, virou uma paixão. Comecei a sentir aquela sensação que não conseguia mais viver sem o vôlei, e hoje ele é vital pra mim. É o que me faz mais feliz.Quando estou jogando, independente de time, torneio ou treinamento, em cada momento que eu pego na bola, é só no vôlei que eu penso. Eu quero dar o máximo, fazer de tudo pra continuar jogando pelo tempo que eu puder porque jogar vôlei é o que eu mais gosto de fazer.

Você acompanha os jogos sempre que pode na TV?    

Sim, adoro assistir jogos e sempre que posso olho na tv ou vou aos ginásios para acompanhar. 

Você acha que a oportunidade que teve em Ijuí, te abriu as portas para outros clubes?

Com certeza, se nao fosse o projeto eu não teria começado a treinar e não estaria em outro clube agora. Ele abre muitas portas e é só se esforçar que muitos outros jovens poderão seguir o mesmo caminho. 

 

Qual a importância da experiência do Alex?  

Na verdade, o Alex era o treinador da equipe masculina. Tive oportunidade de realizar alguns treinos com ele maso que mais guardei deste convívio com o Alex, foram as dicas que ele me deu. Ele é um treinador com bastante experiência profissional, com um passado extremamente significativo no vôlei, e o fato dele poder passar seus conhecimentos, não só pra mim mas pra todos os atletas é excelente. Lembro, também, que tive ótimos treinadores, como o Fabrício Martins e o Marco Espíndola, com quem treinei por mais tempo e contribuíram bastante para minha evolução. Ao Alex, que é o fundador do Ijuí Pró-Vôlei, agradeço a chance que tive de crescer no vôlei e por hoje já estar em outra equipe. 

Depoimento 

"O vôlei pra mim, desde os primeiros treinos ainda no núcleo do Pró-Vôlei, me trouxe experiências incríveis. E isso, é uma coisa muito positiva, pois ao começar a jogar, além de aprender o esporte, você aprende muito mais. O vôlei me deu maturidade pra levantar a cabeça em momentos difíceis e superá-los, assim como fazemos nas quadras. O vôlei me ajudou a ter responsabilidade, porque quando eu sai de casa, e vim morar aqui em Passo Fundo, eu tive que me virar sozinha, coisa que não precisava fazer quando minha familia estava ao meu lado. A roupa passada, a comida na mesa, a louça lavada, tudo isso acaba. O que eu quero dizer é que o esporte, não só o vôlei, como todos os outros, não pode proporcionar uma carreira profissional a todos que o praticam, mas traz aprendizados de vida que vamos levar pra vida toda. E isso é o mais importante !

<< voltar
Parceiros
Links Legais
Newsletter